quarta-feira, setembro 29, 2004

Sem nada pra frente

Parece que terças-feiras não são muito os meus dias. Em geral não estou conseguindo fazer o que pretendo. As segundas passam, mas as terças são cruciais, elas me exterminam. É uma mistura de procura pelas frustrações com permanência na letargia. Uma espécie de inquietação que me manda fazer e refazer o que foi decidido.

Ai, será que isso faz algum sentido? Mas eu me acomodei, de novo, este é o fato. Várias das coisas que eu disse pra mim mesma que faria não fiz. Em certos momentos não me arrependo, nem penso. Aí, sinto que é a decisão correta, não fazer nada. Acho que talvez seja isso que me angustie, o fato de não fazer nada... oficialmente. Porque extra-oficialmente eu faço muitas coisas, mas não da pra fazer tudo. E as vezes nem faço as minhas próprias. Enrolo, enrolo e fico no mesmo lugar.

É estranho mas fico desanimada, sem norte.E no final vejo que não leva a nada! saaaaaaacoooooo